terça-feira, 23 de março de 2010

Amar-te, somente...


De ti recebi doce esmola
Fragmentos de amor em minha vida.
Que hoje meu coração imolado assola
A cada lembrança, a cada ferida.

No meu triste pensamento
Teu vulto passeia indiferente
Mesmo sendo tão amado
Queria que fosse embora subitamente.

Minto! Pois contrariando minha razão
Cuido-te dia após dia
Para manter-te vivo no meu coração.

Tremo em pensar em não mais pensar-te.
Que vazio seria minha vida!
Prefiro as lágrimas do que no meu peito matar-te.

Mel L Frankust
Publicado no Recanto das Letras em 19/03/2010
Código do texto: T2147258

4 comentários:

Reflexo d Alma disse...

Lindos versos...ai ai...
Linda semana!
Bjins entre sonhos e delírios

"Mas o abraço era tão apertado,
tão apertado
que os corpos eram quase mais que colados.
Poderia dizer que eram um só.(...)"

Doce desejo disse...

nossa lindo muito show

formaxima.com disse...

Meu amigo seu blog é not°10, show, espetacular desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper
blog e que DEUS ilumine seus caminhos
e da sua família
Um grande abraço e tudo de bom
Ass:Rodrigo Rocha

matheus gonzales disse...

Mel aceite meus sinceros. Parabens vc escreveste docilmente, fiquei ate emocionado com tanto amor que vejo...
Bjos